pt | eng
T. +351 96 706 7625 | mail@hereditas.pt

A vindima e os trabalhos na adega


A adega encontra-se no seio das vinhas e desfruta de uma óptima paisagem rural. A sua localização permite que as uvas vindimadas, após um rigoroso controlo de maturação, cheguem em escassos minutos à zona de recepção. Quer as uvas brancas quer as tintas chegam em caixas de 13 Kg de capacidade.


As uvas brancas são de imediato prensadas em prensa pneumática, indo o mosto a decantar durante 48 horas a uma temperatura de 10ºC. Após ser transfegado inicia-se a fermentação alcoólica em cuba inox a uma temperatura controlada de 14 a 16ºC. Normalmente as diferentes castas vão a fermentar isoladamente. È estabilizado por frio e engarrafado em Abril do ano seguinte à colheita.


As uvas tintas quando chegam à adega são desengaçadas e esmagadas, seguidamente enviadas para as cubas de fermentação inox segundo dois critérios: a origem geográfica da vinha e a casta. Após a fermentação alcoólica (assistida por controlo da temperatura entre 25 a 27ºC) o vinho continua em cuba fechada para uma maceração que pode durar até cerca de uma semana determinada pela prova técnica diária. Segue-se a desencubagem separando o vinho de gota das massas, as quais são seguidamente prensadas de forma a obter ainda o vinho de prensa. Os vinhos de gota e de prensa são guardados separadamente dadas as suas diferentes características, podendo no entanto vir a integrar o mesmo lote posteriormente. Segue-se a segunda fermentação, fermentação maloláctica que se traduz numa desacidificação natural dos vinhos tornando-os mais redondos e suaves.


Terminada esta última fermentação e após sucessivas provas é determinado o destino final de cada vinho: lote Hereditas Reserva ou lote Hereditas. O lote Hereditas estagia seis meses em barricas de carvalho francês. O lote Hereditas Reserva vai estagiar em barricas de carvalho francês durante doze meses. Após o estágio sai das barricas, vai a uma cuba para homogeneizar o lote e é posteriormente engarrafado.


Nos mostos ou vinhos, à excepção do universal conservante do vinho (anidrido sulfuroso) nenhum outro componente lhes é adicionado. As nossas condições edafoclimáticas aliadas às técnicas culturais adoptadas, permitem que as uvas atinjam durante a maturação o equilíbrio entre todos os seus componentes, não sendo necessário recorrer a qualquer aditivo no sentido de beneficiar o mosto ou vinho. O segredo está na determinação da data da vindima para cada casta e para cada zona.


A nossa pequena produção anual permite fazer um único lote para cada um dos vinhos Hereditas branco, tinto ou reserva tinto. Cada lote é assim engarrafado numa só vez para garantir uma completa homogeneidade do vinho engarrafado. Após o engarrafamento, as garrafas são acondicionadas em pequenos contentores metálicos onde repousam durante alguns meses.


A rotulagem, capsulagem e embalagem são efectuadas ao ritmo da expedição, de forma que a apresentação resulte perfeita.